learnex

Alex Dias

ALEX DIAS

 

 

Alex Dias é poeta, ator e produtor cultural. Autor do livro de poesia Lírica Abissal, lançado pela editora Urutau (2016), é Coordenador de Programação do Sesc Birigui e mestrando em Teorias e Crítica da Poesia, pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da UNESP de Araraquara, com a pesquisa: “Construção e utopia na poesia de invenção”. Tem pós-graduação em “Gestão Cultural: Cultura, Desenvolvimento e Mercado” (2016). Possui graduação em Ciências da Informação e da Documentação e Biblioteconomia pela USP de Ribeirão Preto (2006). Fundou e dirige a empresa Osnáuticos – de Arte, Cultura e Educação – onde desenvolve projetos que englobam poesia, literatura, cinema, música e artes cênicas e visuais. Também fundou e coordena o "Poéticas – Laboratório de pesquisa e Criação Literária e Poética" e o projeto "Bagagem... Poesia!", voltado à mediação de leituras. Fez Magistério (2002) em São José do Rio Preto.

www.alexwdias.com

Contatos:

 

 

Conheça 5 poemas do livro Um céu todo estrela, de Alex Dias:






são os mistérios dos caminhos,
seus labirintos e chamados
escritos no hálito do silêncio,

nossos desvãos de nós mesmos.

no pó dos astros da memória,

nos encontramos
em acidentes necessários.

fruto presente,
utopia do eterno,
cão lambendo imagens



***



despe essa espera, amor,
todo um sonho de vida:
os livros pela casa,
os filhos, a mobília.

nossa entrega
: correr o risco :
amor desmedido,
sonho,
leve sorriso.

ampulheta
sem princípio.

despe essa espera, amor,
e meu próprio instinto de querer
chamar de breve
a vaga sensação
do infinito



***



sua transparência de vidro
.........................não basta.
arranho sua vértebra de espelho
até que o sangue verta pela pele fria e seja
.........................tão puro sobre ela, areia.
até que haja rachaduras límpidas
em sua superfície imaculada
e todo o simulacro
.........................esteja ferido de vida,
sem a necessária
preservação das imagens contíguas
e a única dor seja sentir
.........................o tempo,
a sua temperança
.........................com o todo,
sua volúpia e força
desmedidas,
sinergia fora de redoma
e de limites,
levando o sangue
no fluxo de sua sede,
no ventre de suas palavras,
na paz dos estilhaços de seu silêncio


***



canções não cessam
frente um mar em fúria

- sua força não oculta
um coração que pulsa -

quanto mais abre sua boca e espuma,
ninguém se lança contra
a sua inconstância.

de onda
......em onda
.............o......mar
rebenta-se em nada,

deixa na praia as ranhuras
de sua fala,
conchas e pérolas,
(o torpor do âmago de sua luta).

tudo se acalma
ao som de um coração que perdura
na canção mais profunda
que habita a alma




***



abra os seus tentáculos,
................................noite,
abocanha-me em seu mar de ostras.
deixa os vestígios de seu manto
de mistério sob suas asas,

derrama-me em seu sono,
onde o que fulgura é luz
...............................e chão remotos:
onde, em acordes, noite,
o seu seio de chuva fala-me de uma terra
que trepida o inóspito silêncio madrepérola,
ao compasso contínuo de suas coxas-ondas
à derradeira entrega, onde absorto
...............................invado-me.

vamos de mãos dadas submergindo cidades,
misturando-nos,
.........................ardências de nós
......................................e nadas.

então ébrios, enlaçados
por um céu espuma
e névoa, flagramos juntos
o desdobrar das luzes
- todas as cores do branco -

subjugando nossos olhos cansados,
abrindo-nos os braços
para a profusão do novo

 

 

 


 

 

Livro: Um céu todo estrela

Autor: Alex Dias

Gênero: Poesia

Número de Páginas: 100

Formato: 14x21

Preço: R$ 38,00 + frete