learnex

Dodi Leal

DODI LEAL

 

Autora do livro de poemas De trans pra frente (Patuá, 2017), Dodi Leal é Doutoranda em Psicologia Social pelo IP-USP. Licenciada em Artes Cênicas pela ECAUSP. Habilitada em Cinema e vídeo do Baccalauréat interdisciplinaire en arts da Université du Québec à Chicoutimi (UQAC, Québec-Canadá). É autora do livro Pedagogia e Estética do Teatro do Oprimido: marcas da arte teatral na gestão pública, da coleção Pedagogia do Teatro da Editora Hucitec. Foi artista-educadora de teatro e coordenadora de pesquisa-ação do Piá - Programa de Iniciação Artística da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Pesquisa teorias de gênero na cena teatral, performatividade transgênera e recepção. Produz o canal do YouTube DE TRANS PRA FRENTE, sobre protagonismo trans. Integra o Coletivo Teatro do Perverto participando como dramaturgista da montagem A Demência dos Touros, (2017).

 

Contatos:

 

Conheça o texto de prefácio do livro De trans pra frente, de Dodi Leal:



Ser ou não ser: essa não deveria ser a questão.

por Linn Santos


Ser trans pra mim é libertar-se. É não ser ator nem atriz: é ser atroz. É ir atrás. Estar à frente. É enfrentar. É atuar sobre si mesma. É assumir riscos. É ter a dádiva de duvidar da vida. Ser Trans é ter peito. E também é não ter. Ser Trans é genial, não genital. Não é do caralho, nem de xoxota. É de corpo inteiro. É reinventar-se e criar sobre a própria existência. Ser Trans é confuso, é borrar os limites, é rascunho. Ser Trans é poesia. É assumir-se corpo. Ir além. Ser criação e criadora. A médica e a monstra. Ser Trans é divino. É obra de d'eus. De todos os eus que me constituem. Não é obra das trevas. É obra das travas. Ser trans é um ato de coragem. É um campo de batalha. Ser trans é entregar-se. É não abrir mão de si. O que pode ser, algumas vezes, solitário. Mas tenho me encontrado em outras solidões. E tenho percebido que não estou sozinha. Não estamos. Eu soul Trans. E celebro minha existência. Celebro as nossas vidas, nossas conquistas. Se eu não fosse Trans, gostaria de ser.



***

Conheça 5 poemas do livro De trans pra frente, de Dodi Leal:





Até que a fome me chame

 

Não saio daqui
Até que pulse vida
Que passe o trem
Ou que o vento diga.

Escuto sentimento
Olho cada canto
Respiro fundo
E um samba canto.

Ele saiu, mas queria ficar
Precisava de algo bom
E ninguém sabia como chegar

Estranhamente ele se foi
E acho que queria tentar
Quem está conectado fica

Até o medo desaparecer
Não é proibido observar
E conquistar dá prazer.

Fico e chego perto!



***



Ele não sabe sair da situação

 

Tentou ligar, voltar, transar, sumir
Evitar, dar lição de moral, convencer.

"Desculpa, eu menti!"
Contornei, insisti.
Comprometi assuntos alheios.

Desconfiei, coloquei os sonhos em risco.



***



Menino que bascula confiança

 

Na mudança de dois tempos
A mão esquerda está armada
E ameaça a direita, pequenina.
Garoto só espera recompensa.

Na mudança que guia o medo
A urgência do bom resultado
Pintura torta e à direita
A ausência, um não caminho.

Um avançar de distinção
Tem qualidade no respiro
Doce e elegante condução
Ele vai de bicicleta à fonte de água

Menino que bascula confiança
Tem tempo para todas as poesias
Qualquer caminho tem mudança
E agora é hora de ter as mãos vazias.



***


Despedaçado em Ipanema


Já tentei me jogar no mar
Salgadinho de conversa à toa
Angústia que faz fantasmar

De cueca tremo com esse frio
Triste sóbrio, vai escurecer.

Quero calor de homem bom
Conforto do abraço com amor
Pegue junto meus pedaços
Me faz confiar por favor.


***


Falsidade ideológica

 

"O nome do RG não confere"
Sim, sou uma mulher trans,
Meu nome social é Dodi,
este do RG é o nome civil.

"Senhor, você comprou uma passagem aérea
Com um nome que você não pode comprovar?
Como que eu sei que você é você?
Isso é falsidade ideológica".

Senhor, não! Eu sou mulher, me chame no feminino.

"Senhora".

Senhora não! Estou solteira. Senhorita Dodi!

E sem essa de falsidade ideológica:
Falso seria eu sendo mulher estar aqui me passando por homem

 

 

 


 

 

Livro: De trans pra frente

Autora: Dodi Leal

Gênero: Poesia

Número de Páginas: 120

Formato: 14x21

Preço: R$ 38,00 + frete (Livro em pré-venda. Entrega após o lançamento, que será realizado em agosto. Amigos e leitores que realizarem a compra antes do lançamento receberão o exemplar autografado após o evento. Imperdível!)