learnex

Laura Navarro

LAURA NAVARRO

 

Laura Navarro nasceu na capital paulista, sob o signo de aquário, sempre cheia de energia e invenções. Aos doze anos, descobriu a poesia e nunca mais a largou, tendo rabiscado inúmeros cadernos desde então.

Em 2015, ela teve a ideia de juntar seus melhores poemas em um livro, Claire de Lune, lançado em 2016, pela Patuá.

Atualmente com dezesseis anos, ela cursa o Ensino Médio na Escola da Vila. Assim que se formar, pretende seguir a carreira de escritora e fazer faculdade de jornalismo.

 

Contatos:


Conheça 05 poemas do livro Claire de lune, de Laura Navarro:

 

IV

Amar. Amor;
Fogo que arde
Sem se ver?
Methanol.

Amar. Amor
Amor; amor,
É o que há
Em toda a
dopamina
oxitocina
e outras
que sequer recordo
o nome
fervendo
queimando
dilatando
as pupilas negras
dos seus olhos
sem que você
note
de fato
que está
extasiado
com a vida
na vida
pela vida

(Camões estava certo)



COR SCORPIO


Olhar de quem tortura...
Resolvi entrar no labirinto
Acorrentada pelas lágrimas

Inferno, cor scorpio, coração do escorpião
Rompendo castidade
e pureza

Beijos cheios de vingança
Levanta a saia no meio desta dança
Que não para.
Que não para…
Que não vai parar.

Quebra-cabeça, vertigo
Eu durmo de cinta-liga
Renasço na madrugada
sangue nas pernas de uma virgem.
Afrodisíaca, pétalas daquela flor negra

Cor scorpio, coração do escorpião
Cheio de conchas do mar;
tanto faz, amor, ardor, dor, cor.
Dor.

Onde é que isso vai dar?
Onde será que vou parar?

Perguntei-me, após tomar o rumo errado
Carregava nas mãos apenas um batom
Vermelho
cor de pecado

Tatuagens da alma;
Cor Scorpio. coração do escorpião.


E eu já havia sido avisado
Ali, não havia aquele romance estilo Romeu e Julieta

Somente tragédia
Sem nenhuma rima.

De cima a baixo. De baixo pra cima.



***


CLAIR DE LUNE


E o que será de mim?
Perguntou a luz da lua

Seria eu tua?
Seria eu a clareza crua
De uma ideia nua?

Clair de lune, respondeu, retórica.
É libertação
É condensação
De um mundo
Em vão
Na beleza
Da luz do luar



***



UMA PÁGINA DE LOUCURA

A dança das 3 da tarde
Vão passando barcos
Pássaros
E o meu passado

A dança das 8 da noite
E vai passando a beleza
A vanguarda da loucura
De ser tua. De ser musa. De ser crua.

Por favor, apenas dance
Até quando der
Mesmo se seu pé não mais puder…

Por favor, apenas dance
Mesmo se ficar cansado
É o nosso único buraco



***


ONDAS DO MAR DIVINO


Ondas do mar Divino,
Que é que houve contigo?
Tu não falas mais de meu amigo
Será que o abriga em teu redemoinho?

Ondas do mar Divino,
Danças, cheio de brilho
Já que avistaste, finalmente, meu amigo
Escrevendo cartas na areia do Vigo.

Ondas do mar endiabrado,
Me espera!!
Não apaga o bilhete amado.

Ondas do mar endiabrado
Me espera!!
Deus queira ele seja encantado.

 

 


 

 

Livro: Claire de lune

Autor: Laura Navarro

Gênero: Poesia

Número de Páginas: 100

Formato: 14x21

Preço: R$ 38,00 + frete